{ "data": [ { "event_name": "Purchase", "event_time": 1654007988, "action_source": "email", "user_data": { "em": [ "7b17fb0bd173f625b58636fb796407c22b3d16fc78302d79f0fd30c2fc2fc068" ], "ph": [ null ] }, "custom_data": { "currency": "BRL", "value": 2.99 } } ] "test_event_code:" "TEST65937" }
 
  • Tiago Araripe

Duas toalhas de papel são suficientes pra secar as mãos


Na praia Porto Dinheiro, Portugal: porque o sol é essencial à saúde e ao espírito. (Foto: Ana Ruth)


Dona N., 92 anos, fez há alguns dias uma pequena grande mudança em sua rotina. Aconselhada pela vizinha AR, adicionou um diferencial de qualidade à lenta caminhada diária de alguns metros, que faz no declive da rua: agora, sempre curvada sobre a bengala, anda na calçada oposta à casa onde mora.

Pode parecer pouco, mas o “novo trajeto” adiciona saúde à vida de dona N, ao colocá-la em contato direto com a luz do sol.


Enquanto eu e Ana Ruth também nos abastecemos de vitamina D no terraço do rés-do-chão onde moramos, a jovem M. entra pelo portão de ferro do condomínio, pilotando sua mobilete. Ela nos cumprimenta com um sorriso entrevisto por trás da viseira do capacete.

Graças aos pais, o veículo permite que tenha tempo hábil de almoçar, depois de mais um período no curso regular do ensino médio, e chegar a tempo em sua aula de violoncelo.

Dona N. e M. são exemplos próximos de como aproveitar os recursos disponíveis em busca de uma vida melhor.

Ambas mostram, na prática, o que tento dizer na canção Meus Para-Choques, parceria com Marcos Lessa, que canta comigo essa faixa do álbum Terramarear.

A composição, bem anterior às mudanças de hábito das duas vizinhas, é antes de tudo uma forma de chamar atenção para a necessidade de combater o desperdício.

Porque há muita gente desperdiçando recursos essenciais como água, alimento, energia, florestas, saúde, tempo e a própria vida. Sem excluir os dons e talentos que cada ser humano tem ou pode desenvolver.

Observar se estou aproveitando devidamente esses recursos é uma prática que procuro ter, sempre que possível. Mesmo que, para lembrar, precise visualizar frases de para-choques de um caminhão imaginário.

 

NOVA CANÇÃO NAS

PLATAFORMAS DE MÚSICA

Você já ouviu Salve Rainha? É uma canção de louvor a Maria, no Advento do nascimento de Jesus. Composição em parceria com Pedro Rogério, da nova geração do Pessoal do Ceará. Recentemente, tivemos uma boa conversa à distância no programa que ele apresenta na cearense Rádio Universitária FM, o Musicultura. Ali falamos do novo single e também de algumas canções de Terramarear, inclusive de Meus Para-Choques.

Você pode ouvir a edição do programa aqui:



! Programa Musicultura 8.12.2021.mpeg
.zip
Download ZIP • 25.92MB

81 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 
831885828206936