• Tiago Araripe

O leão da capa


Dividir a capa do disco com um leão tem lá os seus percalços. Primeiro, porque a ideia era contracenar com um leão de carne e osso. Segundo, porque a fera precisaria ser - naturalmente - mansa. Estive num daqueles circos que se instalam nas proximidades da Marginal Tietê. O animal enjaulado não me inspirou muita confiança: um leão velho, mas de olhar hostil. Fui então até o Simba Safari. Havia, sim, um leão mansinho. Na verdade, um leãozinho: tinha 8 meses. Mas pulava com tanta energia de um lado para o outro da jaula, que o treinador disse que poderia me machucar brincando... Até que alguém me falou do Leão do Imposto de Renda. Parecia ser a solução ideal: um animal perfeitamente domesticado, acostumado às lentes das câmaras. Descobri que o leão era administrado a partir de um escritório localizado na avenida Pompeia, onde entrei numa tarde fria e cinzenta típica da pauliceia.


Ao expor minha pretensão ao homem da administração, este olhou minha estampa meio hippie, magro e cabeludo, e começou a rir. Não entendi nada até ouvi-lo dizer, ainda rindo: "O leão vai ganhar mais dinheiro do que você".

Descobri então que a fera que tanto assustava os contribuintes era uma estrela, tratada por um verdadeiro séquito de veterinários, pedicures, cabeleireiros, maquiadores e que-tais. Um leão que dormia com ursinho de pelúcia do lado e era cedido para campanhas publicitárias por meio de contratos leoninos. Em suma, um verdadeiro rei da selva... urbana. O administrador tinha razão: a capa de Cabelos de Sansão era pequena demais para nós dois...


Tiago Araripe

Texto publicado originalmente em 2007 ou 2008, no blog Cabelos de Sansão.

* Depois de todos os obstáculos narrados no texto acima, optamos pelo caminho mais seguro e barato de partir para uma fotomontagem, feita pelo fotógrafo Sérgio Polignano. O conjunto foi burilado pelo conceituado designer Alexandre Wollner, fundador da Escola de Desenho Industrial do Rio de Janeiro, a quem eu conhecera recentemente e que, com muita gentileza, aceitou meu pedido de organizar, graficamente, os elementos da capa. Ao fundo, se vê a nebulosa de Trífida, em foto tirada de um observatório astronômico de São Paulo e cedida por Augusto Damineli, amigo astrônomo que lá trabalhava.

#CabelosdeSansão #TiagoAraripe #AlexandreWollner #SergioPolignano #AugustoDamineli #NebulosadeTrífida #LeaodoImpostodeRenda #SimbaSafari

49 visualizações

©2020 por Tiago Araripe